Tá nos trends

"Virou pizza": internautas criticam CPI, que não irá classificar Bolsonaro como genocida

Por pressão de Omar Aziz, CPI não vai sugerir indiciamento de Jair Bolsonaro por genocídio nem por homicídio

Omar Aziz e Renan Calheiros (presidente e relator da CPI da Covid)
Omar Aziz e Renan Calheiros (presidente e relator da CPI da Covid) (Foto: Ag.Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Internautas reagiram após ser divulgado que o relatório final da CPI da Covid vai excluir os crimes de homicídio e genocídio atribuídos a Jair Bolsonaro, após pressão do presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM).

As postagens ressaltam que todo o trabalho da comissão serviu para que o resultado “virasse pizza”. 

A informação foi anunciada na noite desta terça-feira (19) por Omar Aziz, que discute com os senadores do grupo conhecido como G7 os últimos detalhes do texto a ser apresentado nesta quarta-feira. Outros senadores, incluindo o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), também confirmaram as alterações.

PUBLICIDADE

Veja a repercussão:


 

PUBLICIDADE

 

 


PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email