Alexandre de Moraes determina prisão de ex-PM que o ameaçou de morte

O pedido foi feito por Lindôra Araújo, da PGR, que considerou as postagem gravíssimas, por promoverem“incitação de atos violentos e na ameaça direta de morte a integrante” do STF

(Foto: Nelson Jr./SCO/STF)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Atendendo ao pedido da Procuradoria-Geral da República, o ministro Alexandre de Moraes determinou a prisão preventiva do ex-PM Cássio Rodrigues Costa Souza, que publicou no Twitter ameaças de morte contra o ministro e sua família. 

O pedido foi feito por Lindôra Araújo, que considerou as postagem gravíssimas, por promoverem“incitação de atos violentos e na ameaça direta de morte a integrante” do STF.

Nesta segunda-feira (6), o ex-policial militar de Minas Gerais, em uma postagem nas redes sociais, diz que vai matar o magistrado durante as manifestações do Dia da Independência.

PUBLICIDADE

“Em síntese, o que se nota, mais uma vez, é o emprego de violência psíquica de real concreção a risco de vida de pessoa, em pseudoliberdade de expressão, cujo exercício não se coaduna com ataques à Democracia, ao Estado de Direito e às suas instituições, tampouco com ameaças de violência física. Tal garantia não pode, jamais, ser utilizada como escudo para a prática de crimes.”

Moraes também acatou o pedido de buscas contra o prefeito de Cerro Grande do Sul (RS) Gilmar Alba (PSL), flagrado com R$ 505 mil em espécie no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. 

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email