HOME > Brasil

Bolsonaro deve ser indiciado pelo caso das joias ainda nesta semana

O relatório final está sendo concluído pela Polícia Federal e logo deve ser enviado ao STF

Polícia Federal e Mauro Cid com Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação/PF | REUTERS/Adriano Machado)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Polícia Federal deve encerrar ainda nesta semana o inquérito do caso das joias, que investiga o desvio e o comércio ilegal de presentes de alto valor recebidos por Jair Bolsonaro (PL) enquanto ainda ocupava a Presidência da República. Segundo informa a jornalista Camila Bonfim, do G1, o relatório final está sendo finalizado para envio ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O encerramento do inquérito é a etapa em que a PF concluiu quem praticou os crimes e quais foram esses crimes. A tendência é que Bolsonaro e seus assessores sejam indiciados após diversas provas apontarem a retirada de itens do acervo presidencial, o transporte deles para os Estados Unidos, a venda e uma operação de resgate para trazer as joias de volta ao Brasil após o descobrimento do esquema.

Na última semana, a PF ainda encontrou indícios de uma nova joia que pode ter sido negociada por Bolsonaro e seus assessores nos Estados Unidos. A descoberta foi feita durante uma apuração no país, que contou com a participação do FBI. O presidente da PF, Andrei Rodrigues, não detalhou qual era a joia e os valores envolvidos, mas afirmou que a descoberta colaborava para o avanço das investigações.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados