Governo Bolsonaro oficializa indicação de Weintraub para o Banco Mundial

O ex-ministro da Educação pediu demissão nesta quinta-feira. A pior gestão do MEC foi marcada por controvérsias e chegou ao limite após Weintraub chamar ministros do STF de "vagabundos"

(Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O governo Jair Bolsonaro oficializou nesta quinta-feira, 18, a indicação de Abraham Weintraub para diretor executivo do Banco Mundial. 

A informação foi divulgada pelo Ministério da Economia, no mesmo dia em que Weintraub anunciou sua demissão do Ministério da Educação

Em nota, a pasta comunicou que o ex-ministro da Educação foi indicado para a cadeira na diretoria liderada pelo Brasil que representa Colômbia, Equador, Trinidad e Tobago, Filipinas, Suriname, Haiti, República Dominicana e Panamá.

PUBLICIDADE

Na indicação, o governo brasileiro destaca a experiência profissional de Weintraub. “Com mais de 20 anos de atuação como executivo no mercado financeiro, Weintraub foi economista-chefe e diretor do Banco Votorantim, além de CEO da Votorantim Corretora no Brasil e da Votorantim Securities no Estados Unidos e na Inglaterra”, afirma o texto.

Sobre a participação de Weintraub no Banco Votorantim, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que o banco quebrou em 2009 e que Weintraub era o economista responsável. 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email