Levantamento da Quaest aponta 'vitória' de Haddad, Freixo e Kalil em debates na Band

Além de terem sido os mais citados, Haddad e Freixo foram os menos criticados. Em Minas Gerais, Kalil foi quem obteve mais avaliações positivas. Todos têm apoio de Lula

www.brasil247.com - Lula, Fernando Haddad, Alexandre Kalil e Marcelo Freixo
Lula, Fernando Haddad, Alexandre Kalil e Marcelo Freixo (Foto: Ricardo Stuckert | Diogo Zacarias | Reprodução/Facebook)


247 - A Quaest mapeou a repercussão dos primeiros debates eleitorais de 2022, realizados na noite de domingo (7) pela Band. Segundo o levantamento divulgado pela própria emissora, Fernando Haddad (PT), candidato ao governo de São Paulo, e Marcelo Freixo (PSB), candidato ao governo do Rio de Janeiro, foram os mais citados nas redes após os debates e os menos criticados, assim como Alexandre Kalil (PSD) em Minas Gerais. 

Haddad, Freixo e Kalil, os que tiveram os melhores desempenhos, portanto, são candidatos apoiados pelo ex-presidente Lula (PT), líder em todas as pesquisas eleitorais.

São Paulo

Felipe Nunes, CEO da Quaest, informa que o debate em São Paulo gerou cerca de 100 milhões de menções, das quais 40 milhões foram direcionadas a Haddad. 

>>> Trecho de Haddad "jantando" Tarcísio durante debate na Band viraliza nas redes

grafico

Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Rodrigo Garcia (PSDB) empataram em menções com Elvis Cezar (PDT): foram cerca de 16 milhões de menções.

Lideraram as menções negativas Elvis e Tarcísio (64.7%), seguidos por Garcia (62.7%), Poit (58.2%) e Haddad (56.6%). "Ou seja, Haddad se saiu bem pois foi o mais citado e com a menor rejeição", diz Nunes.

grafico

Rio de Janeiro

O debate no Rio gerou cerca de 38 milhões de menções, das quais mais de 20 milhões foram sobre Freixo. 

>>> No debate da Band, Freixo cita apoio de Lula, enquanto Cláudio Castro tenta esconder Bolsonaro

grafico

Sobre o atual governador e candidato à reeleição, Cláudio Castro (PL), foram feitas 11 milhões de menções. Rodrigo Neves (PDT) teve 4 milhões e Paulo Ganime (Novo) teve 2,5 milhões.

Assim como Haddad, Freixo foi o mais citado e o menos criticado: 52% das menções a ele foram negativas, sendo que o índice de Castro foi de 59%, o de Rodrigo Neves 61% e o de Ganime 63%.

grafico

Minas Gerais

O debate em Minas também foi analisado. O atual governador e candidato à reeleição, Romeu Zema (Novo), foi o mais citado, com 2,5 milhões em alcance, mesmo sem comparecer ao debate. Alexandre Kalil chegou perto: 2,3 milhões.

>>> Em Minas, bolsonarista Zema foge de debate

grafico

Kalil foi quem obteve os melhores comentários (53.4%). Na sequência aparecem Carlos Viana (PL), com 40%, e Marcus Pestana (PSDB), com 35,9%. Zema foi quem teve mais menções negativas: 69,5%.  "Na nuvem de palavras, o ‘governador’ ‘fugiu’ apareceram no centro do debate, sugerindo que foi este o tema que mobilizou o debate em MG", diz Nunes.

O CEO explica que "o monitor digital de debates (MDD) é feito pela equipe de inteligência da Quaest em tempo real e consegue avaliar impactos positivos e negativos a cada participação dos candidatos".

grafico


Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email