HOME > Brasil

Lula dá "gelo" em Milei após ultradireitista enviar carta via chanceler

Presidente brasileiro ainda não leu carta do líder argentino entregue há mais de uma semana

Javier Milei e Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Reuters)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Após mais de quatro meses desde a posse do presidente ultradireitista da Argentina, Javier Milei, o presidente brasileiro Lula (PT) e o líder argentino ainda não se encontraram ou conversaram. O episódio mais recente dessa relação distante ocorreu quando a chanceler argentina, Diana Mondino, entregou uma carta de Milei endereçada a Lula, durante sua visita a Brasília na segunda-feira da semana passada.

Entretanto, mais de uma semana após o incidente, a resposta de Lula à carta de Milei permanece pendente, de acordo com a coluna Radar da Revista Veja. Durante um café com jornalistas na última terça-feira, Lula afirmou não ter visto o documento, alegando que seu chanceler estava ausente devido a viagens. Porém, observadores apontaram que o chanceler Mauro Vieira estava em Brasília naquele dia.

A situação fica ainda mais curiosa quando se considera a agenda do chanceler brasileiro. Horas após receber a carta de Mondino, Vieira partiu para Assunção, no Paraguai, e em seguida para Bogotá, na Colômbia, acompanhando Lula em agendas internacionais. O ministro retornou a Brasília no final da semana, mas até o momento não houve indicação de que a carta de Milei tenha sido apresentada a Lula.

Segundo uma fonte do Itamaraty, os termos da carta eram vagos e não havia solicitação específica que exigisse uma resposta imediata do presidente brasileiro. Milei teria apenas mencionado um possível encontro futuro e reiterado a importância da relação bilateral entre os dois países.

Eis a declaração de Lula no café com os jornalistas: “Olha, primeiro, eu sei que o meu chanceler recebeu uma carta do presidente Milei, mas acontece que o meu chanceler viajou e eu ainda não vi a carta. Quando ele regressar, agora, eu devo receber a carta. Não sei o que que o Milei está dizendo na carta, portanto, eu não posso responder. A única coisa que eu posso adiantar é que, depois que eu ler, eu tenho interesse de que a imprensa saiba o que o presidente da Argentina quer conversar com o Brasil”.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados