CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Múcio pede ajuda de deputados para aprovar PEC que aumenta orçamento de Defesa: 'Brasil está abaixo da média mundial'

Determinado a impulsionar o debate sobre o assunto, Múcio argumentou que o Brasil poderia até mesmo considerar um percentual inferior aos 2% do PIB destinados à defesa

Imagem Thumbnail
Brasília (DF) 17/04/2024 - Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara ouve o ministro da Defesa, José Múcio, comandantes da Marinha, almirante Marcos Sampaio Olsen, do Exército, general Tomás Paiva, e da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Marcelo Damasceno (Foto: Lula Marques/ Agência Brasil)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados recebeu, nesta quarta-feira (17), o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro. Ele apresentou aos parlamentares as prioridades da pasta para 2024, entre elas a chamada 'PEC da Previsibilidade'. 

A proposta foi introduzida por Carlos Portinho (PL-RJ), líder do partido no Senado, em outubro do ano passado. Ela angariou amplo apoio da oposição ao governo Lula. Aguarda-se atualmente a designação de um relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado para iniciar as discussões. A matéria somente será encaminhada para análise na Câmara dos Deputados após passar por todas as etapas necessárias no Senado.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Determinado a impulsionar o debate sobre o assunto, Múcio argumentou que o Brasil poderia até mesmo considerar um percentual inferior aos 2% do PIB destinados à defesa, conforme proposto no texto.

"O que eu precisava mais dos senhores aqui era ajuda com a PEC da previsibilidade. Acho que 2% para nós é muito grande, visto que nós não temos conflitos", disse.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O ministro ainda colocou que "nós não precisamos de 2% como os países da Otan", em referência à Organização do Tratado do Atlântico Norte. 

"Percebemos que o Brasil é um dos países da América do Sul que menos aplica recursos no setor. Nosso investimento é de apenas 1,1% do PIB enquanto a média mundial é de 2,3%. Nosso índice está bem abaixo desse patamar”, disse. 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO