Tebet deve declarar apoio a Lula; alas do MDB, PSDB e Cidadania querem posição única pelo petista e contra Bolsonaro

Simone Tebet ficou em terceiro lugar na eleição presidencial e prometeu anunciar posição nos próximos dias

www.brasil247.com - Lula e Simone Tebet
Lula e Simone Tebet (Foto: Ricardo Stuckert | Reprodução/Facebook)


247 - A senadora Simone Tebet (MDB-MS) deve anunciar nos próximos dias apoio ao candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno das eleições presidenciais contra Jair Bolsonaro (PL). Tebet ficou em terceiro lugar na eleição de primeiro turno.

Ainda durante a campanha, Tebet confidenciava reservadamente que não tinha dúvidas entre Lula ou Bolsonaro, segundo o Estado de S. Paulo. Logo após o resultado da apuração dos votos, Tebet disse que não vai ficar neutra nesta fase da eleição. “Eu sou uma política que respeita o processo partidário, o processo eleitoral, mas, no máximo, em 48 horas, vocês decidam porque eu vou me pronunciar”, disse Tebet em seu primeiro pronunciamento após o resultado do primeiro turno. 

Os partidos de sua coligação - MDB, PSDB e Cidadania, ainda não decidiram o que irão fazer. Alas das três legendas pressionam para uma posição unificada a favor de Lula. O presidente do Cidadania, Roberto Freire, declarou que há uma preferência pelo petista, mas disse que não adianta reunir os partidos logo se “cada um vai para um lado”. 

>>> Reeleito governador do Pará, Helder Barbalho diz que MDB deve apoiar 'quem defende democracia e diversidade'

Dentro do MDB, o ex-presidente do Senado e deputado federal eleito Eunício Oliveira (MDB-CE), que apoia Lula desde o primeiro turno, avaliou que o apoio público de Simone Tebet ao petista é algo importante para este segundo turno. “É até a hora de ela juntar o máximo do partido, junto com Baleia (Rossi, presidente do MDB). É o papel que ela tem até em torno de uma liderança que ela conquistou nas ruas”, declarou.

Já no PSDB uma ala mais ligada a velha guarda tucana tende apoiar Lula, já os deputados federais da legenda resistem a endossar o petista e preferem Bolsonaro. A ideia da ala lulista é mostrar que o PSDB não tem nada a ganhar caso Bolsonaro se reeleja.

>>> Tasso Jereissati, ex-presidente do PSDB, declara apoio a Lula

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email