Temer e Sarney desistem de participar de ato virtual contra Bolsonaro

Evento contará com a participação de Haddad, Huck, Boulos, Dino, FHC e outras figuras políticas e é organizado pelo “Direitos Já”, ligado ao PSDB

Michel Temer
Michel Temer (Foto: © Antonio Cruz/ Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os ex-presidentes Michel Temer e José Sarney desistiram de participar do ato virtual contra Jair Bolsonaro, segundo coluna de Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo. O ato irá ocorrer nesta sexta-feira, 26, e é organizado pelo movimento Direitos Já.

Um pouco antes de abandonar o evento, Temer publicou vídeo para o movimento falando sobre a situação atual e defendendo a “democracia”.

Ele disse, entretanto, que retirou sua participação ao entender, depois, que a intenção do evento, além de defender a democracia, é criticar o governo Bolsonaro. Por isso, pediu para que sua gravação fosse retirada.

Já Sarney disse à jornalista que sempre foi “a favor da democracia”, mas ressaltou que na sua idade não quer se “meter mais em nenhuma ação partidária”. "Nunca critiquei nem meus sucessores. Nem meus antecessores", completou.

Entre os que confirmaram presença estão Luciano Huck, Guilherme Boulos (PSOL), o governador Flávio Dino (PCdoB-MA), Bruno Araújo (PSDB) e os ex-candidatos Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede). Os movimentos Basta!, Estamos Juntos e Somos 70% também vão fazer parte.

Lula, por outro lado, foi convidado mas se negou em participar.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247