Chefe da OMS afirma que pandemia da Covid-19 foi exacerbada pela politização

“A maior ameaça que enfrentamos agora não é o próprio vírus, é a falta de solidariedade global e liderança global”, disse o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em um fórum virtual de saúde organizado pela Cúpula do Governo Mundial

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, alerta mais prejuízos causados pelo coronavírus
O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, alerta mais prejuízos causados pelo coronavírus (Foto: DENIS BALIBOUSE - REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse nesta segunda-feira (22) que a ausência de liderança global e unidade no combate à pandemia da Covid-19 é uma ameaça ainda maior que o próprio surto de casos, acrescentando que a politização do vírus tem agravado a situação. A informação é do jornal O Globo.  

“O mundo precisa desesperadamente de unidade nacional e solidariedade global. A politização da pandemia a exacerbou”, disse o chefe da OMS em um fórum virtual de saúde organizado pela Cúpula do Governo Mundial. “A maior ameaça que enfrentamos agora não é o próprio vírus, é a falta de solidariedade global e liderança global”, afirma.

A OMS foi criticada recentemente por alguns países-membros, principalmente os Estados Unidos. Donald Trump anunciou o rompimento com a organização. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247