Classe artística critica ida de Regina Duarte à secretaria da Cultura

A ex-ministra da Cultura Ana de Hollanda afirmou que não comemora o fato de Regina Duarte ter aceito o convite para ir para o governo e cobrou um posicionamento mais firme em relação às declarações de Bolsonaro. A atriz também recebeu críticas de Duvivier, Zé de Abreu, Pablo Villaça, Kleber Mendonça Filho e outros

247 - Artistas e grandes nomes da Cultura estão se manifestando pelas redes sociais sobre o fato da atriz Regina Duarte ter aceito o convite de Jair Bolsonaro para assumir a liderança da secretaria da Cultura.

Zé de Abreu, Ana de Hollanda, Gregório Duvivier, Kleber Mendonça Filho, Débora Diniz e Pablo Villaça são algumas das personalidades que opinaram sobre a ligação entre Regina Duarte e Bolsonaro, até antes da atriz ter dito "sim" ao convite.

"Não posso comemorar o fato de Regina Duarte assumir [o cargo] pois eu esperava dela um posicionamento mais firme dela em relação às declarações de Bolsonaro, de quando ele fala de filtro e faz defesa da censura. Como artista, ela devia ter se posicionado. Fico assustada com ela agora aceitar essas posições do Bolsonaro, que são antagônicas a liberdade na cultura", disse a ex-ministra da Cultura Ana de Hollanda.

Zé de Abreu listou as características da equipe de Jair Bolsonaro, "analfabetos, milicianos, corruptos, nazistas, militares e policiais assassinos, torturadores, pedófilos", e disse que Regina Duarte "está preparada".

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247