Eduardo Moreira: “apoio de empresários à terceira via é coordenado”

O economista criticou, em entrevista à TV 247, as declarações mentirosas de Roberto Setubal, do Itaú, que espalhou uma fake news contra Lula. E disse estar “enjoado” com o discurso dos bancos, que só aumentam seus lucros em meio à crise. Assista

www.brasil247.com - Eduardo Moreira
Eduardo Moreira (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O economista Eduardo Moreira, em entrevista à TV 247, comentou as declarações mentirosas do banqueiro Roberto Setubal, do Itaú, que espalhou uma fake news para tentar emplacar a chamada “terceira via”. 

Setubal disse ao Estadão que "estamos há aproximadamente 40 anos sem crescimento da renda per capita", ignorando que o período em que a renda per capita mais cresceu no Brasil foi durante os governos Lula e Dilma, como mostra o gráfico.
Eduardo Moreira lembrou que declarações como a de Setubal vêm surgindo cada vez mais na grande mídia. Um economista neoliberal do Santander chegou até a defender abertamente um golpe contra o ex-presidente Lula. “Parece até que é combinado. É claro que é coordenado. Não se iludam”, disse Eduardo Moreira.

Ele cobrou mais clareza de Setubal sobre os verdadeiros objetivos da elite, entre eles o de eleger um “modelo” para atuar na preservação de seus interesses pessoais. “Dá vontade de perguntar o seguinte: em vez de dizer que quer uma terceira via, fala pra gente com todas as letras o que você quer. No sentido de que você não quer uma pessoa, e sim um modelo. A pessoa é onde a gente esconde o modelo, o interesse econômico, o que queremos fazer para nos beneficiarmos como classe, como empresa, como setor ou até como indivíduo, no caso mais extremo. Então, fala pra gente o que você quer dessa tal terceira via. É que seu banco continue com lucros que são escorchantes, vergonhosos”, criticou.

PUBLICIDADE

Dados apresentados pelo economista mostram que a taxa de desemprego somada ao desalento na economia brasileira chega a 18%, o dobro do registrado no governo Dilma. Além disso, centenas de milhares de microempresas fecharam ao redor do país. 

Diante desse cenário, “dá vontade de vomitar” quando se observa o aumento estarrecedor no lucro dos bancos, diz ele. Levantamento da Folha de S.Paulo mostra que, no primeiro semestre de 2021, o lucro dos bancos foi de R$ 61,95 bilhões, um aumento de mais de R$ 20 bilhões em relação ao semestre anterior.

PUBLICIDADE

“Me dá náusea saber que o auxílio para mais de 40 milhões de pessoas esse ano é de R$ 45 bi e você tem meia dúzia de famílias ganhando mais de 60 bi em um semestre de lucro líquido, já considerando um monte de provisão. Isso é um absurdo”, afirmou. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email