HOME > Economia

Emprego e renda puxam crescimento econômico do Brasil

Ministério da Fazenda tem as projeções mais otimistas, estimando um crescimento de 2,5% neste ano

Fernando Haddad e Lula (Foto: Ricardo Stuckert/PR)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O Brasil está a caminho de um crescimento econômico mais robusto, com emprego e renda liderando essa recuperação. A taxa de desemprego caiu para 7,1% no trimestre móvel encerrado em maio, a menor desde 2014, quando atingiu um recorde de 6,8%. Esse resultado positivo reflete uma melhora significativa no mercado de trabalho, trazendo esperança para milhões de brasileiros. Os dados foram divulgados pelo Valor Econômico

O Banco Central do Brasil (BC) revisou suas projeções para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2024, aumentando de 1,9% para 2,3%. Essa revisão está em linha com previsões de diversas consultorias econômicas que esperam um desempenho ainda melhor para o próximo ano. O Ministério da Fazenda, mais otimista, projeta um crescimento de 2,5%. Diferentemente do ano passado, quando o crescimento econômico foi impulsionado principalmente pelo setor agrícola, a economia brasileira este ano apresenta uma performance mais equilibrada.

Os gastos das famílias e a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) são os principais motores do crescimento, com previsões de crescimento de 3,5% e 4,5%, respectivamente. Esses investimentos são cruciais para reduzir a defasagem entre o aumento do consumo e a capacidade de oferta e produtividade da economia. A demanda doméstica será o principal motor do crescimento econômico, com uma expansão prevista de 3,2%, ajudando a mitigar o impacto negativo da demanda externa, que deve reduzir 0,9 ponto percentual do PIB este ano.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados