Porta-voz do sistema financeiro mundial, Financial Times teme saída de Guedes

O sistema financeiro teme que o governo brasileiro passe a adotar uma abordagem mais intervencionista na economia, indo de encontro ao que defende Paulo Guedes, e por isso acredita-se que o futuro do economista no Ministério da Economia seja incerto

Paulo Guedes
Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A revista Financial Times, porta-voz do sistema financeiro mundial, publicou artigo expressando sua preocupação com uma possível saída do atual ministro da Economia, Paulo Guedes, e o abandono de políticas neoliberais - as “reformas - pelo governo de Jair Bolsonaro.

A FT destacou a saída do neoliberal Roberto Castello Branco da presidência da Petrobras e sua substituição pelo general Joaquim Luna e Silva, que segundo diversos analistas pode retardar a privatização de refinarias da estatal. A revista também lembrou a queda de mais de 20% nas ações da petrolífera brasileira.

O mercado teme que o governo brasileiro passe a adotar uma abordagem mais intervencionista na economia, indo de encontro ao que defende Paulo Guedes, e por isso acredita-se que o futuro do economista no Ministério da Economia seja incerto.

"Fora uma grande reforma da Previdência aprovada em 2019, a maior parte das mudanças [propostas] não aconteceu", aponta o FT. "Analistas agora estão de olho no futuro de Paulo Guedes, ministro da Economia do país, que reiteradamente prometeu reverter o papel do Estado na economia, mas está frustrado com o ritmo lento das reformas".

O FT também repercutiu negativamente a declaração de Bolsonaro, no fim de semana, sobre ir além e que também “meter o dedo na energia elétrica”, como um sinal de que “movimentos semelhantes” ao da Petrobras “podem estar a caminho”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email