CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Prates aposta em "PAC do mar" para reativar a indústria naval brasileira

O presidente da Petrobras estimou que a empresa planeja contratar mais de 200 embarcações de apoio para substituir e expandir a atual frota até 2028

Imagem Thumbnail
Jean Paul Prates no lançamento do novo PAC (Foto: Cláudia Martini / Agência Petrobrás)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, revelou nesta semana que a companhia está em diálogo com membros do governo, incluindo a Casa Civil e o Ministério de Minas e Energia (MME), para elaborar um programa de apoio à indústria naval, com previsão de lançamento no primeiro semestre de 2024. A proposta é desenvolver um programa semelhante ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) voltado para o setor naval, de acordo com reportagem do Valor.

Durante sua participação em um evento do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), Prates defendeu a cooperação entre governo, instituições financeiras e o Fundo de Marinha Mercante (FMM) para estabelecer um programa trilateral de financiamento destinado à construção de novas embarcações, visando uma retomada na indústria naval.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidente da Petrobras estimou que a empresa planeja contratar mais de 200 embarcações de apoio para substituir e expandir a atual frota até 2028. Ele ressaltou ainda que a empresa está em busca de "estratégias mais modernas de contratação".

Prates destacou o potencial de geração de empregos da indústria naval. Ele afirmou que a proposta visa não apenas impulsionar a indústria, mas também criar oportunidades de trabalho, o que poderia ser crucial para a economia do país. A ideia é fomentar um programa robusto, semelhante ao PAC, para dar suporte a todo o setor naval, promovendo o crescimento e a geração de empregos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A união entre governo, instituições financeiras e o Fundo de Marinha Mercante (FMM) é fundamental para o sucesso do projeto. A proposta é estabelecer um programa trilateral de financiamento para a construção de novas embarcações. Prates argumentou que essa cooperação é essencial para viabilizar a retomada da indústria naval e alcançar as metas de contratação de embarcações, estimulando, assim, o mercado de trabalho.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO