CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Esporte

Espanha condena à prisão ‘torcedores’ que proferiram insultos racistas a Vini Jr

Eles foram sentenciados a oito meses de reclusão e ficarão dois anos sem entrar em estádios de futebol

Imagem Thumbnail
Vinícius Júnior denuncia atos racistas em jogo contra o Valencia (Foto: Reuters/Pablo Morano)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Três torcedores do Valencia foram condenados à prisão nesta segunda-feira (10) por proferirem insultos racistas contra Vinícius Júnior, do Real Madrid, em um jogo entre as duas equipes no Estádio Mestalla, em maio do ano passado. Eles foram sentenciados a oito meses de reclusão e ficarão dois anos sem entrar em estádios de futebol, além de arcar com os custos do processo, informa o Globo.

Antes de serem condenados, os acusados leram uma carta em que pediram desculpas ao jogador, à liga espanhola e ao Real Madrid.  “Esta sentença é uma ótima notícia para a luta contra o racismo na Espanha, pois repara os danos sofridos por Vinicius Jr. e envia uma mensagem clara para aquelas pessoas que vão a um estádio de futebol para insultar que a Liga irá detectar, denunciar, e haverá consequências penais para eles”, afirmou o presidente de La Liga, Javier Tebas, em declarações reproduzidas pelo Marca.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O episódio que levou à prisão dos torcedores ocorreu no dia 21 de maio de 2023, em uma partida válida pelo Campeonato Espanhol. Vinícius Júnior denunciou os insultos racistas que vieram da torcida do Valencia, chegando a interromper o jogo. Após uma denuncia de La Liga,  os torcedores foram identificados com a ajuda das imagens de câmeras de segurança do estádio.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO