Líderes políticos e jornalistas esportivos reagem com indignação a anúncio de Copa América em meio à pandemia: "irresponsáveis"

Críticas ocorrem após a CONMEBOL anunciar nesta segunda-feira que a Copa América 2021 será disputada no Brasil. A entidade máxima do futebol sul-americano havia cancelado no domingo a realização do evento na Argentina, devido ao agravamento da pandemia no país

Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Líderes políticos e comentarista esportivos criticaram a CBF e o governo de Jair Bolsonaro após a CONMEBOL anunciar nesta segunda-feira (31) que a Copa América 2021 será disputada no Brasil. A entidade máxima do futebol sul-americano havia suspendido no domingo (30) a realização do evento na Argentina, devido ao agravamento da pandemia da Covid-19 no país. 

Numa enxurrada de protestos, as manifestações ressaltam que o evento será realizado no país no momento em que uma terceira onda de Covi-19 ameaça a população e apenas 20% dos brasileiros tomaram a primeira dose da vacina. 

A informação foi divulgada pelo Twitter da entidade, que "agradece ao presidente Jair Bolsonaro e sua equipe, assim como à CBF, por abrir as portas daquele país ao que é hoje o evento esportivo mais seguro do mundo". 

PUBLICIDADE

A entidade ainda informa que os jogadores participantes do campeonato serão vacinados, sem citar a imunização de toda a equipe responsável pela logística e realização do evento, assim como a imprensa, que irá cobrir presencialmente o evento.

Veja a repercussão:


 

 

PUBLICIDADE




 

 


 

 

 

 


 

 


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email