Desembargador mantém censura à Globo sobre “rachadinha” de Flávio Bolsonaro

O desembargador Fábio Dutra negou um recurso da TV Globo para retirar a censura imposta à emissora para divulgar informações sobre as investigações contra o senador Flávio Bolsonaro

Flávio Bolsonaro e bancada do Jornal Nacional
Flávio Bolsonaro e bancada do Jornal Nacional (Foto: Alessandro Dantas/PT no Senado | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O desembargador Fábio Dutra negou nesta terça-feira, 15, um recurso da TV Globo para retirar a censura imposta à emissora para divulgar informações sobre as investigações contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) conduzidas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro.

"A Globo respeita ordens judiciais, mas lamenta esse cerceamento da liberdade de informação, uma vez que a investigação em questão é de interesse de toda a sociedade. A Globo recorrerá da decisão assim que for notificada", afirmou o âncora Flávio Fachel em telejornal da emissora.

A proibição foi feita pela juíza Cristina Serra Feijo, da 33ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, no dia 4 deste mês

O senador Flávio Bolsonaro comemorou: “Acabo de ganhar liminar impedindo a #globolixo de publicar qualquer documento do meu procedimento sigiloso. Não tenho nada a esconder e expliquei tudo nos autos, mas as narrativas que parte da imprensa inventa para desgastar minha imagem e a do Presidente Jair Bolsonaro são criminosas. Juíza entendeu que isso é altamente lesivo à minha defesa. Querer atribuir a mim conduta ilícita, sem o devido processo legal, configura ofensa passível, inclusive, de reparação”.
 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247