CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mídia

Internautas repudiam ataques feitos por Gustavo Gayer ao povo nordestino (vídeo)

Na rede social X, as críticas ao parlamentar bolsonarista chegaram à seção Assuntos do Momento

Imagem Thumbnail
Deputado bolsonarista Gustavo Gayer (Foto: Bruno Spada/Câmara dos Deputados)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Internautas demonstraram repúdio às declarações feitas pelo deputado federal Gustavo Gayer (PL-GO) após o bolsonarista comparar nordestinos com galinhas. Na rede social X, as críticas ao parlamentar chegaram à seção Assuntos do Momento.  

"O deputado bolsonarista Gustavo Gayer comparou os nordestinos com galinhas depenadas que votam em troca de migalhas. A fala faz uma analogia com uma Fake News de que Stalin depenada galinhas, mas que elas o seguiam pelas migalhas. Ele ainda relacionou o índice de analfabetismo dos nordestinos com o voto no PT. Vale lembrar que o Gayer já responde na justiça após o seu comentário sobre o QI dos africanos. Nesse episódio, a denúncia partiu aqui do meu perfil. Vamos compartilhar e marcar o @silviolual para que tal deputado responda por mais essa fala", escreveu um perfil.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT) afirmou que o "Nordeste quer respeito". "Não podemos tolerar que falas xenofóbicas como a do dep. Gustavo Gayer, ao comparar nordestinos a galinhas, sejam dissipadas. Esse é um exemplo do uso de uma lógica preconceituosa e leviana para alimentar um discurso de ódio que só segrega o nosso país".

Outro perfil publicou: "gravíssimo: o dep. Bolsonarista Gustavo Gayer além comparar o povo do Nordeste como galinha, espalhou Fake News de que Conae está com o Hamas e mandou o bolsonarismo quebrar tudo. O lugar desse fascista é na cadeia".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO