Paulo Figueiredo é demitido da Jovem Pan e cai atirando

O comentarista disse ter "uma relação de absoluta incompatibilidade" com "a direção de jornalismo da rádio". Em dezembro, Paulo Figueiredo Filho foi afastado de um dos programas da Jovem Pan por ter atacado a jornalista Thaís Oyama

Paulo Figueiredo Filho
Paulo Figueiredo Filho (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A rádio bolsonarista Jovem Pan demitiu o comentarista Paulo Figueiredo Filho nesta segunda-feira (17). O anúncio foi feito pelo próprio comentarista por meio do Twitter.

Em dezembro de 2020, o ex-Jovem Pan foi afastado do programa "3 em 1" após atacar a jornalista Thaís Oyama.

Figueiredo Filho citou "divergências" e "incompatibilidade" com a direção de Jornalismo da Jovem Pan como motivos para sua saída. "Comunico o encerramento das minhas relações com a Jovem Pan por divergências editoriais com o seu diretor de jornalismo.  Vocês podem ter certeza, que, onde eu estiver, os meus comentários jamais sofrerão interferência de qualquer tipo. O meu compromisso é só com a verdade".

"Ah, e fiquem tranquilos: eu vou fazer um vídeo no meu canal explicando tudo, narrando os episódios que levaram a minha saída e dando nome aos bois (ou ao boi!)", escreveu ainda o comentarista.

"O estopim de uma relação de absoluta incompatibilidade entre mim e a direção de jornalismo da rádio", segundo o comentarista, foi sua opinião sobre o possível orçamento secreto de Jair Bolsonaro no Congresso Nacional.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email