CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

O Ocidente e a Ucrânia não estão prontos para conversas sérias com a Rússia, diz Lavrov

"Não temos ninguém com quem conversar", disse o chanceler russo

Imagem Thumbnail
Sergey Lavrov (Foto: TASS)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Sputnik – Nem os políticos ucranianos tampouco os ocidentais estão prontos para se envolver em quaisquer negociações sérias com Moscou.

É o que disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, descrevendo a próxima conferência sobre a Ucrânia, organizada pela Suíça, como uma "paródia de negociações".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Não temos ninguém com quem conversar. Citei algumas declarações da liderança ucraniana, norte-americana e europeia, da classe política. Nenhum deles está pronto para uma conversa séria. Estão fazendo uma paródia das negociações ao realizarem uma reunião na Suíça. O formato de Copenhague está completamente sem saída", disse Lavrov à emissora bósnia ATV em entrevista divulgada neste domingo (5).

Comentando a próxima conferência de paz sobre a Ucrânia, na Suíça, o principal diplomata russo disse que alguns países planejavam participar dela apenas para mostrar a inutilidade de realizar tal evento sem a Rússia à mesa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Alguns [países] estão participando, mas depois nos explicam que o fazem com o único propósito de explicar a inutilidade de tais eventos sem a participação da Rússia e com base em ultimatos. Alguns já ficaram desiludidos e pararam de comparecer a tais eventos", acrescentou Lavrov.

O Ocidente está tentando "por bem ou por mal, por chantagem e falsidade" trazer o maior número possível de países em desenvolvimento e do Sul Global para o encontro organizado pela Suíça, disse Lavrov.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em recente agenda do ministro das Relações Exteriores brasileiro na Suíça, o país europeu manifestou o interesse de contar com a participação do Brasil na conferência sobre a Ucrânia, marcada para o próximo mês. O chanceler, no entanto, deixou claro que o governo brasileiro só vê sentido em participar da reunião se a Rússia também estiver presente.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO