Trump oferece ajuda e tenta romper isolamento de Bolsonaro sobre Amazônia

Pelo Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez elogios a Jair Bolsonaro em meio à devastação da Amazônia e disse que está pronto para ajudar o Brasil; "Eu disse a ele que se os Estados Unidos puderem ajudar com os incêndios na floresta amazônica, estamos prontos para ajudar!", disse o presidente norte-americano.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou nesta sexta-feira, 23, que conversou com Jair Bolsonaro sobre os incêndios descontrolados na Floresta Amazônica. 

Pelo Twitter, Trump fez elogios a Bolsonaro e disse que os Estados Unidos estão prontos para ajudar o Brasil. 

"Acabei de falar com o Presidente @JairBolsonaro do Brasil. Nossas perspectivas comerciais futuras são muito empolgantes e nosso relacionamento é forte, talvez mais forte do que nunca. Eu disse a ele que se os Estados Unidos puderem ajudar com os incêndios na floresta amazônica, estamos prontos para ajudar!", disse o presidente norte-americano. 

Mais cedo, a agência Reuters divulgou que o governo norte-americano está "profundamente preocupado" com os incêndios na Amazônia. “Estamos profundamente preocupados com o impacto dos incêndios na Floresta Amazônica sobre as comunidades, a biodiversidade e os recursos naturais da região”, disse a pessoa, pedindo para não ser identificada (leia mais no Brasil 247)

Declaração de Donald Trump ocorre em meio ao isolamento de Jair Bolsonaro perante a comunidade internacional. Quatro líderes do G7 querem discutir devastação da Amazônia. Emmanuel Macron, da França, Angela Merkel, da Alemanha, Justin Trudeau, do Canadá, e Boris Johnson, do Reino Unido, já se manifestaram condenando o aumento de incêndios na Floresta Amazônica, estimulados por Jair Bolsonaro. Assunto deve ser discutido no encontro da cúpula do G7 neste fim de semana, em Biarritz, na França (leia mais no Brasil 247).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email