"Um dia dramático", diz Celso Amorim à TV 247: "a primeira ação militar em solo europeu após a Segunda Guerra Mundial"

"Obviamente a grande responsabilidade é dos EUA e da expansão da Otan. Isso está na raiz do problema", afirmou o ex-chanceler sobre a guerra Rússia-Ucrânia

www.brasil247.com - Celso Amorim, Putin, Zelensky  e Biden
Celso Amorim, Putin, Zelensky e Biden (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Reuters)


247 - Ex-ministro das Relações Exteriores do Brasil, o embaixador Celso Amorim falou à TV 247 na manhã desta quinta-feira (24) sobre o início da guerra entre Rússia e Ucrânia.

"Um dia dramático", definiu, lembrando que os bombardeios russos contra instalações militares ucranianas se tratam da "primeira ação militar em solo europeu após a Segunda Guerra Mundial".

>>> Secretário-geral da ONU pede a Putin cessar-fogo imediato para evitar "a pior guerra do Século" na Europa

Segundo Amorim, "obviamente a grande parcela da culpa, da responsabilidade é dos Estados Unidos e da expansão da Otan. Isso está na raiz do problema".

O embaixador afirmou que um ataque militar a outro país, qualquer que seja ele, não é "uma coisa positiva". "Há outras soluções a serem encontradas", em uma crítica sutil à Rússia, governada por Vladimir Putin.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247