O caso wikipédia

Hildegard Angel: Wikipédia no Brasil virou "weakpédia"

Jornalista fez referência ao termo "weak", que significa "fraco" em inglês. Ela repudiou a perseguição por parte de um grupo de editores à mídia independente, incluindo o 247

www.brasil247.com - Hildegard Angel e Rodrigo Padula
Hildegard Angel e Rodrigo Padula (Foto: Ederson Casartelli/Brasil 247 | Reprodução)


247 -  A jornalista Hildegard Angel criticou a Wikipédia por permitir que um grupo de editores promova uma perseguição à mídia independente, incluindo o Brasil 247, por meio da plataforma.

O grupo de editores classificou o Brasil 247 como "fonte não confiável". Tal ação tem sido liderada pelo ativista digital Rodrigo Padula, militante político da campanha presidencial de Ciro Gomes e que tem buscado capturar a Wikipédia para interesses políticos antes das eleições presidenciais

Hildegard Angel apelidou a Wikipédia e "weakpédia", fazendo referência ao termo em inglês "weak", que significa "fraco". "É Wikipédia ou Weakpédia? Uma enciclopédia manipulada por um cabo-eleitoral para privilegiar seu candidato merece crédito?", questionou a jornalista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) já condenaram duramente a ação comandada por Padula.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email