Centrão já busca nomes para indicar para lugar de Weintraub no comando do MEC

Integrantes do bloco político no Senado já estariam buscando nomes para indicar para o comando do MEC, caso a saída do ministro Abraham Weintraub se confirme

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, na Câmara dos Deputados 15/05/2020
Ministro da Educação, Abraham Weintraub, na Câmara dos Deputados 15/05/2020 (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os rumores crescentes de uma possível saída do Ministro da Educação, Abraham Weintraub, seja em função de sua inépcia para o cargo ou por ser alvo de uma investigação que apura os crimes de racismo contra chineses em postagens pela internet ou, ainda, pelos ataques que fez ao STF durante uma reunião ministerial, animou o centrão, que quer assumir o comando da pasta. 

Segundo reportagem da coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, integrantes do bloco político no Senado já estariam buscando nomes para indicar para o comando do MEC, caso a saída de Weintraub se confirme. 

A movimentação faz parte da aproximação do bloco com Jair Bolsonaro, que nas últimas semanas vem intensificando uma aproximação para conseguir ampliar sua base política e evitar um possível processo de impeachment. Nesta linha, Bolsonaro vem oferecendo cargos no segundo e terceiro escalão em troca de apoio no Congresso. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247