Enquanto Queiroga está isolado em NY, Anvisa quer quarentena de Bolsonaro e de toda a comitiva

Orientação da Anvisa acontece após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testar positivo para a Covid-19 em NY. Um ofício foi encaminhado à Casa Civil da Presidência da República pedindo isolamento de 14 dias

(Foto: Reprodução/Instagram)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou nesta quarta-feira (22) que Jair Bolsonaro e toda  a comitiva que o acompanhou durante a 76ª Assembleia-Geral da ONU, passem por quarentena após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ter testado positivo para Covid-19 em Nova York. 

A orientação da Anvisa é para que todos que tiveram contato com Queiroga permaneçam isolados durante 14 dias. Queiroga ficará hospedado em isolamento por duas semanas em um hotel luxuoso  de Nova York cuja diária mais barata custa R$ 6 mil.

“A agência submeteu à Casa Civil considerações relativas aos regramentos vigentes e antecipou recomendações sanitárias alinhadas às regras brasileiras que visam à proteção dos viajantes e da população brasileira”, diz a Anvisa em nota.

PUBLICIDADE

De acordo com informações da CNN Brasil, a comitiva presidencial pousou no Brasil por volta das 07h30 da manhã desta quarta-feira (22) e Bolsonaro não interrompeu compromissos apesar da orientação de isolamento e de ter tido contato com Queiroga em muitos momentos. 

Queiroga e Bolsonaro estiveram juntos em NY no jantar vexátório de pizza na calçada, no último domingo (19) - porque era o único líder mundial sem estar vacinado e por isso não pode ter acesso a ambientes fechados -, durante a visita ao primeiro ministro britânico Boris Johnson, em visita ao memorial do 11 de setembro após o discurso de Bolsonaro e, logo após, em jantar com o embaixador da missão brasileira da ONU, quando o ministro da Saúde provocou manifestantes contrários a Bolsonaro e fez gestos obscenos.

PUBLICIDADE

Com o afastamento de Queiroga por causa da quarentena em Nova York, quem assume a pasta é o secretário-executivo da Saúde, Rodrigo Cruz. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email