Lula janta com senador Weverton, do PDT, e praticamente sela aliança entre ele e o PT

Durante agenda em Brasília (DF), o ex-presidente Lula teve um encontro com o senador Weverton Rocha (PDT-MA) e deixou as portas do PT abertas, caso o pedetista não consiga disputar o governo maranhense pela sigla pedetista

Senadores Weverton Rocha (PDT-MA) e o ex-presidente Lula
Senadores Weverton Rocha (PDT-MA) e o ex-presidente Lula (Foto: Divulgação (Twitter))
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva jantou nessa terça-feira (4), em Brasília (DF), com senador Weverton Rocha (PDT-MA) e deixou as portas do PT abertas para o parlamentar, caso a legenda pedetista não apoie o congressista para uma eventual candidatura ao governo do Maranhão em 2022.

"Conversei com o ex-presidente @LulaOficial sobre o futuro do nosso país e do Maranhão e sobre as jornadas que nos uniram no passado. Jantamos juntos ontem, a convite do @senadorpaulor, líder do PT no Senado, com a presença de toda a bancada do partido no Senado", afirmou Rocha no Twitter. 

A agenda do ex-presidente em Brasília faz parte uma de série de encontros com lideranças para estreitar articulações e afinar alianças para as próximas eleições. 

PUBLICIDADE

Na capital federal, Lula já oficializou o convite para o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) se filiar ao PT e, possivelmente, disputar o governo do Espírito Santo. 

Nesta quarta-feira (5), Lula tem um encontro com o presidente do PSD, Gilberto Kassab, e nesta quinta-feira (6), o petista será recebido por Rodrigo Pacheco (DEM-MG) na presidência do Senado.

PUBLICIDADE

Lula dispara nas pesquisas

Pesquisa Poderdata divulgada no dia 14 de abril apontou o ex-presidente 18 pontos percentuais à frente de Jair Bolsonaro em um eventual segundo turno.

PUBLICIDADE

Também no mês passado, outro levantamento, da XP/Ipespe, mostrou Lula com 29% das intenções de voto, contra 28% do ex-capitão em um primeiro turno.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email