Advogado de Milton Ribeiro diz que ex-ministro recebeu R$ 50 mil na conta da mulher por venda de carro a parente de pastor

O advogado Daniel Bialski confirmou a existência de um depósito de R$ 50 mil na conta da mulher de Milton Ribeiro feito por um parente de Arilton Moura, pastor que foi preso

www.brasil247.com - Milton Ribeiro
Milton Ribeiro (Foto: Clauber Cleber Caetano/PR)


247 - O advogado Daniel Bialski, que defende o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro confirmou nesta quarta-feira (22) a existência de um depósito na conta da mulher do ex-titular do MEC no valor de R$ 50 mil feita por um parente de Arilton Moura, um dos pastores presos nesta quarta na operação, junto com Ribeiro. De acordo com o advogado, o depósito seria referente a um pagamento de um carro que estaria em nome da mulher de Milton Ribeiro. A informação foi publicada pelo blog de Andréia Sadi, no portal G1. 

"Tem um depósito de 50 mil reais de um parente do Arilton na conta da mulher do Milton Ribeiro, pois ela queria vender um carro e um parente do Arilton queria comprar. Por isso, o depósito foi na conta dela, pois o carro estava no nome dela", disse Bialski.

O defensor afirmou ter informações iniciais de que o depósito teria sido identificado pela Controladoria-Geral da União (CGU), mas ele não soube detalhar quando foi a transação do carro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A PF iniciou as investigações após Ribeiro afirmar no semestre passado que, a pedido de Bolsonaro, liberava dinheiro do MEC por indicação de dois pastores, Arilton Moura e Gilmar Santos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) afirmaram que o Senado conseguiu assinaturas para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar o MEC. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email