Frentes parlamentares repudiam vetos de Bolsonaro a ajuda aos povos indígenas

Nota conjunta de repúdio assinada por diversas frentes solicita a derrubada dos vetos pelo Congresso Nacional

Menino da etnia ianomâmi coloca máscara em outra criança em Alto Alegre, Roraima 01/07/2020
Menino da etnia ianomâmi coloca máscara em outra criança em Alto Alegre, Roraima 01/07/2020 (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo Bolsonaro sancionou, nesta quarta-feira (8), o PL 1142/20, que estabelece medidas emergenciais de combate ao novo coronavírus para as populações indígenas, quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais. No entanto, impôs diversos vetos ao projeto que causaram forte reação no Congresso Nacional, através de diversas Frentes Parlamentares, além de entidades e movimentos. Entre os pontos vetados, está a obrigatoriedade da garantia de acesso à água potável, a alimentos, produtos de higiene e a leitos de UTI.

Coordenador da Frente Parlamentar Mista em Defesa das Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e um dos parlamentares que subscreveu o projeto de autoria da deputada Rosa Neide (PT/MT), o deputado federal Afonso Florence criticou o veto e afirma que trabalhará pela derrubada. “Esses vetos só mostram a natureza do governo Bolsonaro, que é contra os interesses do povo, que prejudica a população com suas atitudes com relação ao coronavírus. Nós trabalharemos pela derrota do governo, derrubando o veto e aprovando o impeachment”, afirmou Florence.

Uma nota conjunta de repúdio, solicitando a derrubada dos vetos pelo Congresso Nacional, foi divulgada pela Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, Frente Parlamentar Mista em Defesa das Comunidades Quilombolas, Fórum Nacional da Amazônia, Frente Parlamentar Mista de Apoio aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, Frente Parlamentar Ambientalista, Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Povos e Comunidades Tradicionais, Frente Parlamentar em Defesa da Escola Pública e em Respeito ao Profissional da Educação, Frente Parlamentar Mista em Defesa das Organizações da Sociedade Civil, e pela Frente Parlamentar da Soberania Nacional.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email