HOME > Brasília

Justiça do Trabalho condena Gustavo Gayer ao pagamento de R$ 100 mil

O parlamentar bolsonarista foi acusado de ter aliciado trabalhadores a votarem em Jair Bolsonaro

Deputado bolsonarista Gustavo Gayer (Foto: Bruno Spada/Câmara dos Deputados)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Justiça do Trabalho determinou ao deputado federal Gustavo Gayer (PL-GO) o pagamento de R$ 100 mil por ter aliciado trabalhadores a votarem em Jair Bolsonaro (PL) na eleição presidencial de 2022.

O Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT-18) condenou o parlamentar em dezembro do ano passado. Segundo o Judiciário, o deputado visitou empresas em Goiânia (GO) no segundo turno das eleições e tentou persuadir os trabalhadores a votarem no ex-presidente.

A defesa de Gayer negou que ele tenha feito visitas a empresas com o objetivo de assediar os trabalhadores, mas sim "para debaterem a atual conjuntura política do país".

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados