Ministro Onyx diz que está com Covid-19

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, relatou que sentiu sintomas da Covid-19 na quinta-feira (16). Ele aproveitou da ocasião para fazer propaganda da azitromicina, invermectina e cloroquina

Onyx, congelado, quer oferecer a deputados o “Barracão da Educação”
Onyx, congelado, quer oferecer a deputados o “Barracão da Educação” (Foto: José Cruz - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou na manhã desta segunda-feira (20) em seus perfis nas redes sociais que está com Covid-19. Ele relatou que sentiu sintomas na quinta-feira (16). A informação é do portal G1.

"Quinta à noite comecei a sentir sintomas que poderiam ser da Covid. Sexta passei por exames, entre eles o PCR e o resultado saiu hoje [segunda] e o covid foi detectado", escreveu o ministro.

Onyx aproveitou a ocasião para fazer propaganda da azitromicina, ivermectina e cloroquina.

“Desde 6a estou seguindo o protocolo de azitromicina, ivermectina e cloroquina”, afirmou Onyx.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247