Moro diz que vai ao Ceará para “serenar os ânimos”

“Servir e proteger acima de tudo”, escreve o ministro no Twitter, em referência à crise com a PM do Estado, sobre a qual Bolsonaro também vem sendo responsabilizado

(Foto: GILMAR FELIX)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Justiça, Sergio Moro, anunciou que estará no Ceará na próxima segunda-feira 24. “É tempo de superar a crise e serenar os ânimos”, escreveu no Twitter, a respeito da crise com a PM do Estado.

Um grupo da instituição, insatisfeito com o reajuste salarial proposto pelo governo, tem intimidado a população com ações envolvendo policiais encapuzados tomando viaturas e ordenando o fechamento de comércios. 

O Ceará registrou 88 assassinatos entre a meia noite de quarta-feira (19) e as 23h59 de sexta-feira (21), com a paralisação de policiais no estado. O senador Cid Gomes, que tentou enfrentar a paralisação entrando no quartel com uma retroescavadeira, tomou dois tiros.

Em artigo no 247, a jornalista Helena Chagas destaca a responsabilidade de Bolsonaro na crise: “enaltecidos pelo poder federal, os militares abriram o caminho da supervalorização para as forças de segurança. PMs se sentem fortalecidos por Bolsonaro para fazer greves e encarar a briga com os governadores”.

O PT, presidido por Gleisi Hoffmann, e o irmão de Cid Gomes, Ciro Gomes, também responsabilizaram Bolsonaro pelo clima no Estado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247