HOME > Sudeste

Quaquá diz à PF que tapa em parlamentar foi para ‘revidar agressão’

O deputado do PT-RJ afirmou que os deputados Messias Donato (Republicanos-ES) e Nikolas Ferreira (PL-MG) ofenderam o presidente Lula

Washington Quaquá (PT-RJ) (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O deputado federal Washington Quaquá (PT-RJ) afirmou à Polícia Federal (PF) que revisou uma agressão ao ter dado um tapa em Messias Donato (Republicanos-ES) na Câmara.

O parlamentar do PT-RJ foi acusado de usar termo homofóbico em referência a Donato. Quaquá afirmou que o deputado do Republicanos e o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) estariam xingando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O relato foi publicado no jornal O Globo.

No depoimento, Quaquá afirmou que, após começar a gravação da cena, Nikolas teria o xingado, e o Donato dado um tapa em sua mão. "O deputado Nikolas começou a xingar o declarante e tentou o intimidar e foi nesse momento que o deputado Messias Donato desferiu um tapa na mão do declarante na intenção de impedir a filmagem; que o declarante devolveu os xingamentos e também devolveu a agressão, com um tapa no deputado Manoel Messias", diz a transcrição do depoimento de Quaquá.

Donato afirmou que "estar tranquilo em relação às acusações", porque, segundo ele, "as imagens veiculadas por todos os veículos de comunicação são claras ao mostrar quem cometeu as agressões verbais - inclusive homofóbicas - e físicas". O deputado também disse que apresentará à Justiça "qualquer esclarecimento que venha a ser solicitado".

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados