CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sudeste

Vídeo mostra PMs recolhendo materiais após criança ser baleada em operação. Ouvidor vê 'tentativa de fraude' e pede afastamento

"[Eles parecem procurar ou recolher] estojos de projéteis de arma de fogo. Isso sinaliza uma tentativa muito grave de fraude processual", diz Cláudio Aparecido da Silva

Imagem Thumbnail
PMs em Paraisópolis (SP) (Foto: Reprodução/g1)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Nesta quarta-feira (17), um vídeo gravado por moradores da comunidade de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, flagrou policiais militares recolhendo objetos na rua onde uma criança de apenas sete anos foi baleada. O incidente ocorreu na Rua Ernest Renan, onde a criança foi atingida por disparos. Nas imagens, pelo menos dez policiais são vistos fazendo uma varredura na área.

O ouvidor da polícia de São Paulo, Cláudio Aparecido da Silva, se pronunciou sobre o ocorrido, classificando-o como uma "tentativa muito grave de fraude processual", segundo o g1. Ele afirmou que vai pedir à Corregedoria da PM que os agentes envolvidos na ocorrência sejam imediatamente afastados das ruas. "[Eles parecem procurar ou recolher] estojos de projéteis de arma de fogo. A gente encara isso com muita gravidade. Isso sinaliza uma tentativa muito grave de fraude processual e, em razão disso, a gente está pedindo o imediato afastamento dos policiais envolvidos na ocorrência e pedindo que a Corregedoria avalie também o afastamento dos policiais que estavam envolvidos nessa tentativa de fraude processual", declarou Silva.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo a GloboNews, o menino baleado deverá passar por uma cirurgia, mas está fora de perigo.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO