CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sul

Governo Lula vai propor suspensão da dívida do Rio Grande do Sul com a União por três anos

Decisão deve ser oficialmente anunciada pelo presidente Lula na tarde desta segunda-feira

Imagem Thumbnail
Governador Eduardo Leite se reúne com o presidente Lula para articular ações emergenciais no Rio Grande do Sul (Foto: Maurício Tonetto/Secom/GOVRS)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) irá propor ao governo do Rio Grande do Sul que o pagamento mensal da dívida estadual junto à União seja suspenso por um período de três anos. Segundo a coluna do jornalista Igor Gadelha, do Metrópoles, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, a medida de auxílio ao estado gaúcho, duramente afetado pelas chuvas que assolam a região, teria sido comunicada aos outros integrantes do governo em uma reunião realizada nesta segunda-feira (13). A decisão deve ser oficialmente anunciada pelo presidente Lula nesta tarde. 

“Segundo fontes do Palácio do Planalto, a moratória deve dar um alívio de cerca de R$ 10 bilhões aos cofres do Rio Grande do Sul durante a catástrofe que atinge a regiã”, destaca a reportagem. O período de três anos para a suspensão do pagamento da dívida foi estabelecido como um meio-termo entre as posições do Ministério da Fazenda e do governo gaúcho. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Inicialmente, a equipe econômica sugeriu a suspensão do pagamento somente até o final de 2024, enquanto o estado defendia que a medida se estendesse durante todo o período necessário para a reconstrução. O presidente Lula convocou duas reuniões para esta semana em Brasília, com o objetivo de abordar a tragédia vivenciada pelo Rio Grande do Sul devido às intensas chuvas. 

A primeira será uma reunião ministerial de emergência, agendada para a tarde desta segunda-feira no Palácio do Planalto. Já na quinta-feira (16), Lula convocou o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o chamado “Conselhão”, para discutir a situação no estado.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO