Tá nos trends

Internautas apontam sensacionalismo na cobertura da fuga de Lázaro e comparam com o "jornalismo abutre" do caso Eloá

Internautas apontaram que setores da imprensa expõem familiares do foragido Lázaro Barbosa, de 32 anos, em nome do sensacionalismo e dão detalhes sobre o seu paradeiro, atrapalhando o desfecho do caso, assim como ocorreu com o assassinato da jovem Eloá, em 2008

(Foto: Reprodução | Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Internautas apontaram nesta quinta-feira (17) que setores da imprensa expõem familiares do foragido Lázaro Barbosa, de 32 anos, em nome do sensacionalismo e dão detalhes sobre o seu paradeiro, atrapalhando o desfecho do caso.

A situação de Lázaro foi comparada pelos internautas com a da jovem Eloá Cristina, morta aos 15 anos após ser mantida refém por mais de 100 horas pelo seu ex-namorado Lindemberg Fernandes Alves, de 22. O caso, que ocorreu em 2008, foi duramente criticado pela intensa exposição da jovem pela mídia e também pela condução inábil dos policiais no desfecho do sequestro.

Além da exposição dos familiares de Lázaro, setores sensacionalistas da imprensa também tentam ligar Lázaro, que ficou conhecido como o "serial killer do DF”, com “rituais satânicos”. 

PUBLICIDADE

Saiba mais 

Há 9 dias fugindo de uma força-tarefa com mais de 200 policiais, Lázaro está escondido em uma mata localizada na região rural de Goiás, após ser o principal suspeito de matar 4 membros de uma família, além de assaltar propriedades, estuprar e fazer reféns por onde passa. Uma segunda família conseguiu se salvar do foragido após chamar a polícia. 

Veja a repercussão:

 

PUBLICIDADE

 

 

 

PUBLICIDADE


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email