HOME > Brasil

Governo dá prazo de 48 horas para empreiteiras responderem a proposta de repactuação de acordos da Lava Jato

As empresas prometem continuar negociando e entrar com pedidos no STF

Controladoria-Geral da União (CGU) (Foto: Reprodução/Controladoria-Geral da União)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O governo federal, por meio da Controladoria-Geral União (CGU) e a da Advocacia-Geral da União (AGU), solicitou às empreiteiras que tentam repactuar os acordos de leniência firmados no âmbito da Operação Lava Jato respondam, até quinta-feira, se aceitam as propostas. 

Segundo informações da agência Estadão Conteúdo, as empresas buscam até 70% de desconto no valor global do acordo, mas o governo federal prefere que os índices de compensação girem em torno de 20% a 30% do saldo da multa.

As empresas que participam das tratativas são a J&F, Novonor, Camargo Corrêa, UTC, Engevix, Petrobras e Braskem. A CGU sustenta que elas devem R$ 11,7 bilhões á União, mas as empresas prometem continuar negociando e pedem audiências com o ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator da ação que trata dos termos dos acordos. Ele havia fixado um prazo até o dia 26 de junho para que governo e empresas chegassem a um entendimento.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados