CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

"Horror sem precedentes", diz Ivan Valente, ao ver as cenas do holocausto do povo palestino promovido por Israel

"É preciso parar imediatamente essa máquina de matar", afirmou o parlamentar

Imagem Thumbnail
Ivan Valente (Foto: Alex Ferreira - Câmara)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – "GENOCÍDIO! O governo terrorista de Israel bombardeou a Agência da ONU para Refugiados Palestinos em Rafah. Ao menos 30 palestinos foram assassinados. Exército israelense ignora decisão da Corte de Haia e mantém ataques letais no sul de Gaza. Horror sem precedentes, é preciso parar imediatamente essa máquina de matar. Basta de genocídio!", escreveu deputado Ivan Valente (Psol-SP), após o líder israelense Benjamin Netanyahu avançar no holocausto do povo palestino. Saiba mais:

As forças israelenses bombardearam um acampamento que abrigava pessoas deslocadas em uma zona segura designada em Rafah, matando cerca de 40 palestinos, segundo a agência de notícias Wafa. Muitas das vítimas eram mulheres e crianças.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O ataque ao campo de Tal as-Sultan ocorreu depois que as forças israelenses bombardearam abrigos que abrigavam palestinos deslocados em outras áreas, incluindo Jabalia, Nuseirat e Cidade de Gaza, matando pelo menos outras 160 pessoas, segundo autoridades palestinas.

Os militares israelenses confirmaram o ataque a Rafah, dizendo que teve como alvo combatentes do Hamas usando “armamento de precisão”. Reconheceu que civis ficaram feridos quando eclodiu um incêndio e disse que o incidente está sob investigação.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Pelo menos 35.984 palestinianos foram mortos e até 80.643 pessoas ficaram feridas na guerra de Israel contra Gaza desde 7 de Outubro. O número de mortos em Israel devido ao ataque do Hamas nessa data é de 1.139, com dezenas ainda mantidas em cativeiro.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO