PF prende quatro do esquema de Serra em investigação sobre caixa 2

A Polícia Federal cumpre quatro mandados de prisão em uma investigação sobre suposto caixa 2 na campanha de José Serra ao Senado em 2014. De acordo com as investigações, o tucano recebeu cifras milionárias em doações não contabilizadas. Um dos presos é o empresário José Seripieri Júnior, fundador e ex-presidente da Qualicorp

www.brasil247.com - José Serra
José Serra (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)


247 - A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (21) mandados em uma investigação sobre suposto caixa 2 na campanha do ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) ao Senado em 2014. De acordo com as investigações, o tucano recebeu R$ 5 milhões em doações não contabilizadas. 

Vale ressaltar que as apurações não são referentes apenas a 2014, quando ele ainda não tinha o mandato de senador. Um dos mandados de prisão é contra o empresário José Seripieri Júnior, fundador e ex-presidente da Qualicorp.

Agentes da PF cumprem quatro mandados de prisão temporária e 15 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Itatiba e Itu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No começo deste mês, a Operação Lava Jato denunciou o ex-governador por lavagem de dinheiro. De acordo com a denúncia, entre 2006 e 2007, ele usou seu cargo para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios nas obras do Rodoanel Sul. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No âmbito desta denúncia, o Judiciário bloqueou R$ 40 milhões em conta usada por Verônica, filha dele, para receber propinas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-governador havia marcado em 2016 um encontro com integrantes da Odebrecht e pediu para ser poupado das delações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email