CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Supremas cortes não venceram disputa contra o extremismo sozinhas, afirmou Barroso

"O que houve no Brasil foi uma reação, um sentimento majoritário na sociedade de preservação da democracia", disse o presidente do Supremo Tribunal Federal

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso. Foto: Agência Brasil. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agênci)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Sem mencionar o bolsonarismo, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, afirmou nesta quarta-feira (24) que o Brasil vive “certa estabilização democrática”. Ele ainda destacou que a Suprema Corte teve um papel importante no combate ao extremismo, mas não venceu essa disputa sozinha.

“O que houve no Brasil foi uma reação, um sentimento majoritário na sociedade de preservação da democracia. A sociedade civil, a imprensa, boa parte da classe política”, disse o magistrado. “Felizmente, agora podemos seguir a viagem institucional, feita de discordâncias, concordâncias, mas com civilidade, o que andou faltando no Brasil durante algum período.”

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A declaração ocorreu durante uma cerimônia no Palácio do Itamaraty, em Brasília. No evento, Barroso foi condecorado com a Ordem de Rio Branco, no grau de Grã-Cruz, pelo chanceler Mauro Vieira. (Com informações de CartaCapital).

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO