CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Esporte

"Eu sou algoz de racistas", diz Vini Jr. após prisões na Espanha

Três 'torcedores' do Valencia foram condenados à prisão nesta segunda-feira por proferirem insultos racistas contra Vinícius Júnior, do Real Madrid

Imagem Thumbnail
Vini Jr. (Foto: Pablo Morano/Reuters)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O jogador brasileiro Vinícius Júnior repercutiu pelo X, antigo Twitter, a decisão da Justiça espanhola de prender três 'torcedores' do Valencia. Eles foram condenados por proferirem insultos racistas a Vini Jr., do Real Madrid, em um jogo entre as duas equipes no Estádio Mestalla, em maio do ano passado. Eles foram sentenciados a oito meses de reclusão e ficarão dois anos sem entrar em estádios de futebol, além de arcar com os custos do processo.

Na postagem, o brasileiro afirma: "muitos pediram para que eu ignorasse, outros tantos disseram que minha luta era em vão e que eu deveria apenas 'jogar futebol'. Mas, como sempre disse, não sou vítima de racismo. Eu sou algoz de racistas. Essa primeira condenação penal da história da Espanha não é por mim. É por todos os pretos. Que os outros racistas tenham medo, vergonha e se escondam nas sombras. Caso contrário, estarei aqui para cobrar. Obrigado a La Liga e ao Real Madrid por ajudarem nessa condenação histórica. Vem mais por aí…".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO