Mundo

Presidente de Portugal diz a Lula que regras mais rígidas de imigração não se aplicam a brasileiros

Aproximadamente 800 mil imigrantes moram no país europeu, quase o dobro de uma década atrás

Lula e Marcelo Rebelo de Sousa (Foto: Ricardo Stuckert)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou nesta sexta-feira (7) que as novas condições da nova lei de imigração no país europeu não se aplicam a brasileiros nem a integrantes de nações da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O político português teve uma conversa, por telefone, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

Aproximadamente 800 mil imigrantes moram em Portugal, quase o dobro de uma década atrás. De acordo com a Reuters, cerca de 14% dos pagadores de impostos são imigrantes, contribuindo com mais de 1,6 bilhão de euros à economia em 2022 e recebendo cerca de 257 milhões de euros em benefícios sociais.

Lideranças de Portugal adotaram regras mais rígidas para estrangeiros que pretendem trabalhar lá. De acordo com o político português, que teve uma conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, as nações lusófonas estão no perfil preferencial de migrantes com vantagens de acesso e flexibilidade na regularização.

O dirigente português afirmou que tem a intenção de fazer uma nova visita ao Brasil em fevereiro de 2025.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO