HOME > Mundo

Tribunal de Israel marca depoimento de Netanyahu em caso de corrupção

Premiê de Israel enfrenta julgamento em meio a uma onda de protestos contra as decisões tomadas por seu governo na guerra em Gaza

Benjamin Netanyahu (Foto: REUTERS/Ronen Zvulun)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, começará seu depoimento em seu julgamento por corrupção em andamento no dia 2 de dezembro de 2024, conforme decisão do Tribunal Distrital de Jerusalém. Ele foi acusado de fraude, suborno e quebra de confiança em três casos apresentados em 2019, podendo ser condenado a até 10 anos de prisão e/ou uma multa se for condenado por suborno. 

O advogado de defesa de Netanyahu argumentou que o primeiro-ministro precisaria de pelo menos até março de 2025 para se preparar, devido à guerra em andamento em Gaza. No entanto, o Ministério Público expressou sua oposição ao pedido, exigindo que o depoimento começasse o mais tarde em 1º de novembro. Os juízes, então, decidiram pela data de dezembro.

O anúncio ocorre em meio a um período de intensificação dos protestos contra Netanyahu. Milhares de manifestantes marcharam no último final de semana até a residência do primeiro-ministro em Jerusalém, após um dia nacional de manifestações que marcaram nove meses desde o início dos protestos. Os manifestantes bloquearam rodovias e realizaram comícios em frente às casas dos ministros do governo, aumentando a pressão sobre o governo de Netanyahu. (Com informações do The Times of Israel). 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados