HOME > Brasília

Antra vai STF contra leis que envolvem mulheres trans

A associação fez críticas a leis municipais que associam o ‘sexo biológico’ e o uso de espaços públicos exclusivos do público feminino

Bandeira trans (Foto: Divulgação)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Associação Nacional de Travestis e Transexuais enviou nesta semana cinco ações no Supremo Tribunal Federal para assegurar o direito de mulheres trans usarem banheiros e espaços destinados às mulheres sem discriminação.

De acordo com a Carta Capital, as ações pedem que magistrados do Supremo declare inconstitucionais as Leis Municipais que associam o ‘sexo biológico’ e o uso de espaços públicos exclusivos do público feminino.

A Antra disse que a lei discrimina mulheres trans e travestis, ao tratá-las como “homens cishéteros vestidos de mulher com intuito ou potencial de assediar mulheres cis”.

As leis municipais alvos das ações ocorrem nas cidades de Cariacica (ES), Juiz de Fora (MG), Londrina (PR), Novo Gama (GO) e Sorriso (MT).

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados