"Será que a Netflix, através dos seus maiores acionistas, contratou Padilha para influenciar os eleições brasileiras em benefício próprio? Isto é uma possibilidade baseada na hipótese de que o conteúdo de stream é influenciado pelos interesses econômicos de quem o controla", diz o jornalista Brian Mier, lembrando que a Netflix tem como acionistas grandes fundos que também investem nas petroleiras beneficiadas pelo golpe de 2016; "Corrupção é um problema complexo que se manifesta de várias formas. Há a corrupção ilegal e há questões de 'corrupção legal', que são morais e éticas. Se a Netflix e Padilha estão tentando influenciar as eleições brasileiras para beneficiar o sistema capitalista financeiro, eles estão engajados em uma forma de corrupção legal"
Brian Mier

O mecanismo por trás do mecanismo

"Será que a Netflix, através dos seus maiores acionistas, contratou Padilha para influenciar os eleições brasileiras em benefício próprio? Isto é uma possibilidade baseada na hipótese de que o...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247

Últimos envios

Revista Brasil 247