Presidente da CPI: "Espero 14 dias, mas Pazuello vem ser ouvido"

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou que está mantida a convocação da Casa para um depoimento presencial do ex-ministro Eduardo Pazuello e confirmou a possibilidade de o Senado esperar mais de 10 dias para o general prestar esclarecimentos na comissão. Militar disse ter tido contato com suspeitos de Covid-19 e cancelou sua ida à Casa

Presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), e o ex-ministro Eduardo Pazuello
Presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), e o ex-ministro Eduardo Pazuello (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello será ouvido presencialmente por membros da Comissão Parlamentar de Inquérito. A Casa recebeu a informação sobre a não ida do general, que afirmou ter tido contato com pessoas suspeitas de Covid-19 e, por consequência, não poderia prestar depoimento marcado para esta quarta-feira (5)

"Não haverá subterfúgio na minha presidência", disse Aziz sobre um possível adiamento do depoimento de Pazuello. "Aguardamos 14 dias", afirmou.

Após confirmar a manutenção do depoimento, Aziz destacou que é necessário o Comando do Exército verificar se o general teve contato com pessoas suspeitas de Covid-19. 

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) ironizou. "Vai sem máscara pro shopping e não pode vir à CPI", disse a parlamentar na comissão

O relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), viu má vontade do general. "Faça um teste de Covid e participe da CPI", disse. "Basta fazer um teste, que seria uma demonstração e boa vontade", afirmou o emedebista na sessão.

Internautas reagiram e xingaram o ex-ministro. "Covarde", afirmou um deles em postagem no Twitter

Assista ao vivo na TV 247: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email