O caso wikipédia

Manipulador da Wikipédia criou página de propaganda política para Ciro Gomes

Tom do verbete criado por Rodrigo Padula, que atacou diversos veículos de comunicação por "enviesamento ideológico", é apologético

www.brasil247.com - Rodrigo Padula e Ciro Gomes
Rodrigo Padula e Ciro Gomes (Foto: Reprodução / Agência Brasil)


247 – O ativista digital Rodrigo Padula, que ataca a mídia independente e cria conteúdos comerciais na Wikipédia, como o verbete propagandístico do avatar Lu do Magalu, ferindo os princípios da plataforma, também atua de forma claramente política na enciclopédia digital. Prova disso é o verbete "Projeto Nacional: O dever da esperança", sobre um livro lançado por Ciro Gomes. Entrevistado pelo 247 na manhã deste sábado, ele afirmou ter feito o verbete "de graça" por ser um admirador do Magazine Luiza e "da família Trajano". O Magazine Luiza tem valor de marcado superior a R$ 44 bilhóes e Luiza Trajano tem fortuna de US$ 56 bilhões.

Criado, escrito e editado por Padula em tom claramente apologético, o verbete é uma peça de propaganda política em favor de um candidato – o que também fere os princípios da plataforma Wikipédia. Confira, abaixo, o que escreve o militante cirista:

"Projeto Nacional: O dever da esperança é um livro do advogado, professor universitário e político brasileiro Ciro Gomes, atualmente filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), publicado em 2020 pela Editora LeYa. A obra foi prefaciada pelo professor e filósofo Mangabeira Unger e convida o leitor a debater o futuro do país, abordando a crise política e econômica que o Brasil vive desde 2013, percorrendo os principais acontecimentos históricos do último século, e comentando alguns pontos considerados fundamentais para um Projeto Nacional de Desenvolvimento de longo prazo. O livro foi indicado ao Prêmio Jabuti 2021 na categoria "Ciências sociais". Em dezembro de 2019, Ciro mencionou em uma entrevista à Deutsche Welle ter terminado de preparar o seu quarto livro, e que o mesmo já estaria na editora. Segundo ele, o tema do livro é a 'construção de uma proposta concreta, audaciosa e algo irrealista, com propostas de caminhos para realizar'. Ele lançou seu livro Projeto Nacional: O Dever da Esperança oficialmente no mês de junho de 2020, de forma online devido à pandemia de COVID-19, atingindo o #1 de vendas na loja brasileira da Amazon, ainda na pré-venda. Na obra, Ciro aponta como saídas para o Brasil o equilíbrio fiscal, uma nova ordem tributária e mais investimentos públicos em áreas fundamentais como Saúde, Educação e Segurança, tendo como base os bons exemplos de gestão em outros países. Segundo Ciro, desenvolver um plano com metodologia, tarefas e objetivos bem definidos pode fazer com que o Brasil alcance em três décadas níveis sociais e de desenvolvimento semelhantes ao de países como a Espanha. O livro é o primeiro colocado na categoria Políticas Públicas, Política e Ciências Sociais da loja."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Questionado pelo 247, Padula confirmou a autoria do verbete. "Sim, inclusive recomendo a leitura, é um ótimo livro. Ver um candidato que tem projeto de país e sabe votar no papel é outra coisa. O Brasil seria um país melhor se todos os candidatos a presidência tivessem a capacidade de escrever mais livros como este", disse ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Recentemente, Padula participou de um movimento para classificar como "não confiáveis" veículos supostamente enviesados à direita e à esquerda, como a Revista Oeste e o Brasil 247, numa decisão questionada pela Associação Brasileira de Imprensa e pela Fenaj.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem somos

Classificado como "não confiável" por Padula e alguns perfis anônimos na plataforma, o Brasil 247 é um dos principais veículos de comunicação do Brasil, com uma equipe de editores, colunistas e comentaristas formada por alguns dos mais renomados jornalistas profissionais do País, como Leonardo Attuch, Gisele Federicce, Mauro Lopes, Aquiles Lins, Tereza Cruvinel, Paulo Moreira Leite, Alex Solnik, Rodrigo Vianna, Joaquim de Carvalho, Helena Chagas, José Reinaldo Carvalho, Hildegard Angel, Cynara Menezes, Marcelo Auler, Gustavo Conde, Regina Zappa e Mário Vitor Santos, entre vários outros nomes que ocuparam posições de destaque em diversas redações. A equipe do site também reúne alguns dos principais e premiados cartunistas brasileiros, como Renato Aroeira, Miguel Paiva, Carlos Latuff e Nando Motta. Em 2021, Tereza Cruvinel venceu o Prêmio Comunique-se, como melhor colunista de opinião do Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O site mantém também um conselho editorial formado por alguns dos maiores intelectuais do Brasil, como Celso Antônio Bandeira de Mello, professor emérito da PUC-SP, Luiz Carlos Bresser Pereira, professor emérito da FGV-SP e recentemente escolhido como o maior economista brasileiro num ranking internacional, Celso Amorim, embaixador, ex-ministro das Relações Exteriores e da Defesa, Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do grupo Prerrogativas, Carol Proner, jurista da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia, Aloizio Mercadante, presidente da Fundação Perseu Abramo, a filósofa Marcia Tiburi, os sociólogos Jessé Souza e Vilma Reis, o engenheiro Felipe Coutinho, da Associação dos Engenheiros da Petrobrás, além dos jornalistas Florestan Fernandes Júnior, Paulo Moreira Leite, Mauro Lopes, Ferréz, Gisele Federicce e Leonardo Attuch.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email