Ciro cobra renúncia de Bolsonaro e aponta o que pode ser feito para aumentar arrecadação de impostos

Presidenciável divulga propostas como aumentar a arrecadação de impostos, passar o pente fino em R$ 300 bilhões de renúncias fiscais e revogar o teto de gastos

Ciro Gomes (PDT-CE)
Ciro Gomes (PDT-CE) (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes foi mais um político a cobrar a renúncia de Jair Bolsonaro nesta terça-feira (5), depois de ele ter dito que “o Brasil está quebrado” e ele não pode “fazer nada”.

Ciro ainda apontou o que pode ser feito contra um “país quebrado”, propondo por exemplo aumentar a arrecadação de impostos, passar o pente fino em R$ 300 bilhões de renúncias fiscais e revogar o teto de gastos.

Outros - dentre muitos, como diversos internautas - que pediram a renúncia de Bolsonaro foram o líder do PT na Câmara, deputado Ênio Verri, o líder do MTST Guilherme Boulos e o jornalista Reinaldo Azevedo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email