CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Pimenta sobre críticos do veto de Lula ao fim das "saidinhas": "defendem bandido e envergonham o país"

Ministro da Secom rebateu os ataques da extrema-direita

Imagem Thumbnail
Paulo Pimenta (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência, Paulo Pimenta, rebateu, nesta sexta-feira (12), as críticas ao presidente Lula após o chefe do Planalto sancionar com veto o projeto das saidinhas. 

Na quinta-feira (11), Lula acatou sugestão do ministro Ricardo Lewandowksi (Justiça e Segurança Pública) para manter o direito de saída temporária para visita a familiares a detentos do regime semiaberto em obediência a preceitos constitucionais.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Também seguindo parecer do ministro Lewandowski, o presidente sancionou o trecho que proíbe saída temporária para condenados por praticar crimes hediondos, com violência ou grave ameaça, a exemplo de estupro, homicídio, latrocínio, sequestro e exploração sexual de menores.

Pimenta rebateu as críticas dos deputados de extrema-direita, que votaram por manter solto o deputado Chiquinho Brazão, acusado de ser o mandante do assassinato da vereadora Marielle Franco, em postagem nas redes sociais. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Saidinha, mas só para os amigos! Ontem, votaram a favor da soltura de um acusado de ser mandante de um assassinato. Hoje, querem derrubar o veto que permite que pessoas que cometeram delitos sem violência e já estão em regime semiaberto possam ver suas famílias. Essa é a extrema-direita que defende bandido, trabalha para destruir o Brasil e só envergonha nosso país", escreveu o ministro na rede social X. 

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (9), por 39 votos a 25 e uma abstenção, um parecer favorável à manutenção da prisão preventiva do deputado.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO