Ônibus com terroristas bolsonaristas chega à Papuda (vídeo)

Os bolsonaristas faziam parte das mais de 1.500 pessoas detidas e que estavam na Academia Nacional da Polícia Federal, em Brasília

www.brasil247.com - Invasões de bolsonaristas ao Congresso, e ônibus com ativistas presos chegando ao sistema carcerário do Distrito Federal
Invasões de bolsonaristas ao Congresso, e ônibus com ativistas presos chegando ao sistema carcerário do Distrito Federal (Foto: REUTERS/Antonio Cascio | Reprodução)


247 - As últimas 80 pessoas que foram presas por envolvimento nos atos terroristas do último domingo (8) em Brasília (DF) chegaram na tarde desta quarta-feira (11) ao sistema prisional do Distrito Federal. Elas faziam parte das mais de 1.500 pessoas detidas e que estavam na Academia Nacional da Polícia Federal, na capital federal. 

>>> Empresário golpista preso em Brasília recebeu R$ 700 mil em contratos com penitenciária de Mossoró

Segundo informações publicadas nesta quarta pelo jornal O Globo, dois ônibus penitenciários saíram pela portaria da Polícia Federal (PF) por volta das 15h direto para os presídios da Papuda, no caso dos homens, e da Colmeia, no caso das mulheres. Na mesma entrada, 50 ônibus municipais chegaram com os milhares de presos por volta das 8h30 de segunda-feira.

Nesta quarta, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, decidiu que vai manter a Força Nacional de Segurança Pública em Brasília até o dia 19 de janeiro.

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovaram a manutenção de uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, que determinou a prisão do ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal Anderson Torres e o afastamento do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).

>>> Oficiais do Alto Comando do Exército culpam GDF e governo Lula por terrorismo em Brasília, diz jornalista

De viagem nos Estados Unidos,Torres afirmou nessa terça-feira (10) que voltará ao Brasil para se apresentar à Justiça

O ministro Alexandre de Moraes visitou a sede do Supremo nesta quarta para avaliar as consequências dos atos de vandalismo

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247